Notas sobre o compositor e pandeirista Darcy de Oliveira (1905-1945)

Darcy de Oliveira
Darcy de Oliveira

A falta de memória em relação à música popular brasileira é um grave problema. Em se tratando dos compositores e instrumentistas, principalmente aqueles que não são solistas, o esquecimento parece ser ainda maior. O compositor e pandeirista Darcy de Oliveira, que teve êxito nas décadas de 1930 e 1940, é um destes personagens que têm sido relegados. Seu nome não consta nas referências mais importantes sobre biografia de músicos brasileiros, como os livros pioneiros do Ary Vasconcellos, a Enciclopédia da Música Brasileira ou o dicionário musical on-line do Cravo Albin. Há algum tempo chegou às minhas mãos uma documentação bastante farta sobre o Darcy de Oliveira, na qual me baseio para disponibilizar aqui alguma informação biográfica mínima sobre ele.

Lourdes de Oliveira e Marcel Camus
Lourdes de Oliveira, filha de Darcy de Oliveira, com seu marido Marcel Camus, diretor de cinema francês

 

Darcy de Oliveira nasceu em 16 de março de 1905 em Porto Alegre, filho de Álvaro Branco e Clara Dorneles de Oliveira. Como pandeirista era considerado muito bom em sua época e atuou, por exemplo, no conjunto regional da RCA Victor ao lado de Dante Santoro (flauta), Pereira Filho, Ney Orestes (violões) e Ary Valdez (cavaquinho). Como compositor estreou em disco na voz de Aracy de Almeida com o samba “Pedindo a São João”, feito em parceria com Herivelton Martins e lançado para as festividades juninas de 1935. No ano seguinte seu samba “Se o morro não descer”, também gravado pela Aracy de Almeida, foi um dos sucessos do carnaval. A partir de então, Darcy se consagrou como compositor de sambas e marchas tendo como parceiros mais freqüentes Herivelton Martins e Benedicto Lacerda, mas tendo composições também com Wilson Baptista, Ataulfo Alves, Roberto Roberti dentre outros. Suas composições foram gravadas por cantores de grande sucesso na época, como Francisco Alves, Carmem Miranda, Aurora Miranda, Silvio Caldas, Almirante, Ademilde Fonseca, Dircinha Batista, Moreira da Silva, além da já citada Aracy de Almeida. Darcy de Oliveira faleceu em sua residência na Lapa, Rio de Janeiro, no dia 31 de março de 1945 em conseqüência de complicações de saúde. Anos mais tarde sua filha Lourdes de Oliveira tornou-se atriz, estreando como a Mira no premiado filme Orfeu do Carnaval (1959) do diretor francês Marcel Camus, com quem casou e teve dois filhos.

Consegui arrolar até o momento 71 músicas de Darcy de Oliveira, grande parte delas inédita em disco; também tenho juntado outros tantos dados biográficos com a intenção de fazer um trabalho mais aprofundado sobre a obra e trajetória artística deste personagem tão interessante da música brasileira e, quem sabe, trazer à luz do público suas composições inéditas.

Anúncios

5 comentários

  1. SANDOR!!!
    q fotos boas! MUito bom… por que não disponibilizar aqui músicas e letras pro pessoal tocar?!
    Olha, fala com sérgio sobre o grupo da Instantes no yahoo, pra vc voltar a participar. Quase ninguém fala nada, mas é um espaço de divulgar tb. Outra coisa, o blog não está disponibilizado no google pra gente achar!!!! Isso é grave!! Alexandreco vai saber te ajudar. E mais uma outra: escreve um pequeno texto de apresentação pra gente enviar pra nossas listas de amigos! Começa lá pelo grupo da instantes!!
    beijos e sorrisos
    parabens de verdade verdadeira!!!

  2. Sandor!
    Fiquei super feliz de ver q vc está compartilhando seu conhecimento aqui na rede. Afinal é um ótimo espaço para divulgar e valorizar artistas,discos e produções culturais q não tem muito espaço em outros meios.
    BJs e parabéns pela qualidade dos texto com fotos. Está lindo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s